Prefeitos das maiores cidades do mundo se reúnem no Forte de Copacabana para discutir sustentabilidade

O Rio de Janeiro se tornará a capital mundial da sustentabilidade em junho, com a realização da Rio+20. Paralelamente, a capital fluminense será palco de intensos debates com a presença dos prefeitos das maiores cidades do mundo durante a C40 (Cities Climate Leadership Group), reunião de cúpula dos mandatários de 40 metrópoles – mais cidades afiliadas e observadoras – para discutir as mudanças climáticas e garantir que haja crescimento econômico aliado a ações mais sustentáveis.

O encontro de prefeitos que participam desta rede ocorrerá de 17 a 19 de junho com discussões voltadas aos desafios da vida urbana e suas soluções. A Cúpula faz parte da programação do Humanidade 2012, realizado pela FIESP, Sistema FIRJAN e Fundação Roberto Marinho, com patrocínio da Prefeitura do Rio e do Sebrae.

O C40 é uma rede de grandes cidades que trabalha pela implementação de ações sustentáveis relacionadas com o clima. A intenção deste grupo é ajudar as metrópoles a enfrentar as mudanças climáticas globais no nível local. Para mais informações sobre a C40, acesse http://live.c40cities.org/cities/.

Fonte: http://www.humanidade2012.net

Anúncios

FIESP e FIRJAN na Conferência da ONU sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20)

A Indústria se faz presente para propor e participar de ações que promovam o equilíbrio social, ambiental e econômico. Para tanto, é necessário vontade política para enfrentar a desigualdade de direitos e oportunidades entre os seres humanos e os países, e para repensar a relação dos homens com o Planeta. A FIESP e a FIRJAN posicionam-se, a seguir, sobre os principais temas a serem discutidos na Rio+20.

Confira o documento clicando aqui.

4.º Simpósio de Meio Ambiente e Recursos Hídricos

A Fatec Jahu promoverá o 4.º Simpósio de Meio Ambiente e Recursos Hídricos. Os temas para apresentação de trabalhos são os seguintes:

1. PLANEJAMENTO AMBIENTAL: Geoprocessamento Ambiental; Manejo e Revitalização de Bacias Hidrográficas; Pagamento por Serviços Ambientais e Ecossistêmicos e Sensoriamento Remoto.

 2. GESTÃO AMBIENTAL: Certificação Ambiental; Educação Ambiental; Gerenciamento de Resíduos e Logística Reversa; Gestão Ambiental Pública e Empresarial e Legislação Ambiental.

 3. ÁGUAS e SOLOS: Conservação e uso do solo; Engenharia Naturalística; Gerenciamento de Recursos Hídricos; Hidrologia e Drenagem Urbana e Rural; Monitoramento Hidrológico e Ambiental; Renaturalização de Rios e Usos Múltiplos das Águas.

 4. FLORESTAS: Áreas Verdes e Arborização Urbana; Florestas Urbanas; Manejo e Gestão de Unidades de Conservação; Parques Lineares; Recuperação de Áreas Degradadas e Restauração Florestal.

 5. TECNOLOGIAS SUSTENTÁVEIS: Construções Sustentáveis; Permacultura; Ecodesign e P+L; Energias alternativas e Saneamento Ambiental.

O envio de trabalhos será no prazo de 21/05/2012 a 25/08/2012. As inscrições se iniciam em 03/09/2012. Confira os detalhes no link acima.

Política Nacional de Resíduos Sólidos

Política Nacional de Resíduos Sólidos – Breves Considerações

O Núcleo de Meio Ambiente do CIESP Regional Jaú/SP iniciou suas atividades, como já comentado neste blog. Na última reunião realizada no mês de maio houve debates sobre a Política Nacional de Resíduos Sólidos, com breves explanações de minha parte e também do Prof. Oswaldo Contador Jr., o nosso Buga. Os presentes também se manifestaram e trouxeram colaborações. Estamos construindo um objetivo e trabalho no Núcleo. Aceitamos colaborações e sugestões para propiciar benefícios ambientais não só ao associado do CIESP, mas, também, à todos aqueles que entendem possível conciliar convservação ambiental e desenvolvimento socioeconômico. Disponibilizo os slides da apresentação feita na reunião. Participe.